Devagar (por que já tive pressa).

Amor

Eu sempre tive pressa de que as coisas acontecessem muito rápido na minha vida. Nasci com 8 meses por que estava com pressa de sair do útero. Tive pressa para falar, andar, cair e levantar. Tive pressa para que terminasse a aula, para que chegassem as férias, para que chegasse dezembro, tive pressa de todos os meus aniversários, tive pressa de escolher os presentes, de abrir os presentes, tive pressa todos os anos. Tive pressa na escola, no meio do ano a professora achou que minha pressa atrapalhava o resto da turma. Tive pressa para ser a noiva da quadrilha, por que ela era a primeira da fila, começava e terminava antes de todos. Tive muita pressa de crescer, de ficar do tamanho das minhas duas irmãs. Tive pressa para mudar de escola, de terminar cada dia, de terminar cada prova, de acertar tudo rápido. Tive pressa para conhecer as pessoas e fazer amizades para vida toda em uma semana. Sempre tive pressa de falar e acabava atropelando as palavras, por isso mesmo, tinha pressa de consertá-las quando elas saiam meio tortas. Tive pressa do primeiro beijo, do primeiro namorado, tive tanta pressa que queria me casar quase criança. Tive pressa de entrar na faculdade, antes de terminar o colegial, tive pressa de terminar uma faculdade para começar outra. Tive pressa de aprender rápido, assim podia aprender muitas coisas ao mesmo tempo. Tive pressa de escrever, fotografar, maquiar. Pressa de teclar, pressa de comprar o computador de última geração, pressa de acreditar em algo que não me exigisse pressa. Muita pressa nas minhas refeições e nas minhas interrogações também. Sempre tive pressa em concluir ciclos, escolher o melhor caminho da encruzilhada e abandonar o barco que está afundando. Também tive pressa em julgar pessoas pelo sorriso, ou pela falta dele, pelo olhar ou pela falta dele. Tive pressa em aprender inglês, em aprender o sentido das músicas, em assistir todos os filmes e ler todos os livros. Tive pressa em me libertar da pressa. Aí quando eu mais estive apressada, apareceu você e é uma pena que das outras vezes que você apareceu eu tinha pressa de achar que não era você que ia mudar isso tudo. Mas aí você apareceu de novo e eu julguei tão rápido, aprendi tão rápido, acreditei tão rápido, apaixonei tão rápido, casei tão rápido e tão rápido eu nunca mais tive pressa de nada na vida. Com você eu não tenho mais pressa e eu não sabia que esse é o maior bem que se pode fazer a uma pessoa.